Hudson Sander

Criar seu atalho



BuscaPT.com - Directório de sites em Português



Point dos Amores

Portugal e outros paises ja podem adquirir os produtos do Point dos Amores

clique aqui e saiba como




Porque as pessoas sao infelizes ao viver a felicidade

Dr. Hudson Sander

Escrito por Hudson Sander

Saudações a você meu amigo, minha amiga leitora, a você admirador do trabalho que vem nos acompanhando desde 2010 e com a sua participação e interesse contribui consideravelmente para o crescimento do Point dos Amores. Todos os artigos do Point dos Amores tem por finalidade agregar valores e incentivar as pessoas independentemente do nivel de escolaridade e de classe social a se tornarem auto pesquisadoras do comportamento humano e assim buscar o auto aperfeiçoamento.


Nossos artigos trazendo sempre uma sintese dos diversos assuntos do comportamento humano das areas da ciencia, psicologia, parapsicologia, metafisica, fisica quantica e espiritualidade propicia ao leitor um aprendizado rápido de temas que a principio parecem complexos, mas com o estilo de linguagem de Hudson Sander a explicação e a pratica tornam-se coisas de simples entendimento.


Seja bem vindo(a) e uma excelente leitura.

Point dos Amores

 

O tema deste artigo será muito esclarecedor para um sem numero de pessoas, pois finalmente será dito com todas as letras a principal causa da experiência de infelicidade no ser humano que é a experimentação da real felicidade. Pode parecer meio confuso no inicio, mas usarei uma passagem da sabedoria oriental para explicar a proposta do artigo.

 

Se for perguntado a você em quantas partes se divide o dia de imediato a resposta será uníssona: “o dia se divide em duas partes principais, o dia e a noite”. Se eu lhe perguntar em quantas partes se divide as ações do ser humano, logo virá a resposta: “as ações do ser humano se dividem em duas partes principais, as boas ações e as más ações”. Se lhe for perguntado em quantas partes se divide o caráter do ser humano, logo virá a resposta: “O caráter do ser humano se divide em duas partes principais, o bom e o mau”.

 

Pois bem, vamos analisar a pergunta e a resposta referente ao dia para que seja possível entender a proposta deste artigo e assim lhe auxiliar a mudar a sua forma de pensar e ver a vida.

 

O dia possui duas partes principais, o dia e a noite. Podemos fixar, para fins de exemplo, que o dia  se inicia das 06h00min e se estende até às 17h59min; e a noite se inicia as 18h00min e se estende até as 05h59min.

 

Mas o que quase ninguém parou para refletir ou meditar é que às 10h00min é um pouco noite, às 15h00min já é mais noite do que dia e que às 22h00min é um pouco dia e às 03h00min já é mais dia do que noite. Porque será?

 

Desde os primórdios da criação, a Inteligência que criou o planeta Terra de forma que fosse viável a existência de vida e, por conseguinte a sua evolução observou que seria um alto risco realizar mudanças bruscas no planeta já que a engenharia biológica dos seres vivos está projetada para mudanças graduais e a experimentação dos opostos de forma gradativa para que fosse viável a consciência humana evoluir sem muitas dificuldades.

 

Poderia ficar aqui horas e horas escrevendo, preenchendo páginas e mais páginas falando sobre a importância do dia e da noite para o ser humano, mas não é essa a nossa finalidade. No entanto é de capital importância que você compreenda a dinâmica do dia e da noite para que você desvende de uma vez por todas o que é felicidade e pare de perder tempo e energia buscando algo que já é vivenciado por você.

 

Porque anteriormente disse que 10h00min é um pouco noite. O planeta Terra gira em torno do seu próprio eixo onde que cada volta é completada em um período de 24 (vinte e quatro) horas e gira em torno de sua estrela, o nosso Sol, completando uma volta a cada 365 dias fazendo com que todo planeta receba na medida certa a luz do Sol e se refresque por 12 (doze) horas colocando a face que ficou exposta ao Sol em uma posição que impede que a luz do dia passe a ser prejudicial a vida.

 

Todo este processo acontece religiosamente todos os dias e o tempo de duração de 12 horas para cada período. Só que há momentos em que a luz do sol está mais intensa e há momentos que a luz do sol começa a ter a sua intensidade reduzida até o momento em que experimentamos a escuridão total.

 

Se você observar a dinâmica do dia e da noite você conseguirá aprender muita coisa que lhe será útil.

 

 As 06h00min é como se fosse 100% dia e 0% noite. As 10h00min é como se fosse 82% dia e 18% noite (lembra-se que estamos girando em torno do próprio eixo do planeta Terra e lentamente “dando as costas para o Sol?”). As 15h00min é como se fosse 25% dia e 75% noite.

 

As 18h00min é como se fosse 0%dia e 100% noite. As 22h00min é como se fosse 18% dia e 82% noite. As 03h00min é como se fosse 75% dia e 25% noite, até às 06h00min volta-se a ter a relação 100% dia e 0% noite.

 

É muito importante você compreender esta dinâmica que a Inteligência criadora do planeta Terra criou para que toda a vida evoluísse nesse ritmo suave e constante de transformação dos opostos.

 

Caso ainda haja dúvidas ou não se absorveu a profundidade do que esta sendo exposto, volte aos parágrafos anteriores, leia e releia até compreender que tudo que depende da luz do Sol e do escuro da noite evolui neste ritmo experimentando sempre as forças opostas da natureza dentro de si.

 

E se você evolui e depende da luz do Sol e precisa dormir no escurinho da noite certamente tudo em você se transforma igualzinho a passagem do dia para a noite e da noite para o dia.

 

Para certificar de que você está conseguindo compreender esta dinâmica irei fazer só mais uma citação, pois se você conseguir compreender esta dinâmica, certamente entenderá que experimentas diariamente a sensação de felicidade só que em algum tipo de intensidade.

 

Todas as coisas menores no Universo sofrem a influencia e entram no ritmo das coisas maiores. Por exemplo, um pai tem três filhos menores. Em matéria de poder e conhecimento das coisas da vida, inevitavelmente os filhos serão influenciados pelo pai e absorverá o ritmo dele até o momento em que alcançarem a autonomia para viver segundo o próprio ritmo.

 

Independentemente se o pai esta certo ou errado, os filhos menores só conseguirão mudar o pai se assim ele permitir.

 

Com relação as coisas do Universo funciona da mesma forma, você ser humano não é maior que o planeta Terra e o Sol, e se você depende dos dois para viver, independentemente do que você pense a respeito do planeta Terra e do Sol você terá que se sujeitar ao ritmo deles que são seres bem maiores física e energeticamente do que você.

 

Pois bem, depois de abordarmos bastante a dinâmica da evolução e transferência do dia para a noite. Vamos falar sobre o tema principal do artigo que é responder o “Porque as pessoas são infelizes ao viver a felicidade”.

 

A felicidade é um conceito que desta vez dispensarei o wikipedia e os dicionários para delinear o meu conceito pessoal, já que cada um possui uma concepção acerca da felicidade, mas todos concordam com a base do conceito, e será esta base que será delineada.

 

Felicidade é um estágio de consciência onde todos os corpos (físico/soma; vital/ernegossoma; astral/psicossoma; mental/mentalsoma) de um individuo vibram em uma frequência energética harmônica causando sensação de bem estar e de aparente certeza de que se está no caminho evolutivo correto.

 

A felicidade nada mais é do que um estágio de consciência onde o exterior se harmoniza com todo o interior de uma pessoa. E muitos por sentir um êxtase tão grande com estímulos externos acabam por errar em suas escolhas e se desviam de seus caminhos evolutivos.

 

É neste ponto de buscar harmonizar os estímulos externos com o interior que muitos acabam por mergulhar em toda ordem de vícios, só que os vícios dão a sensação de harmonia por um tempo muito curto, se comparado ao tempo de vida de um ser humano.

 

O ideal certamente seria as pessoas buscarem fazer um projeto de vida onde que a única finalidade de existência fosse manter os estímulos externos em harmonia constante com o interior da pessoa.

 

Atualmente muitos são infelizes porque os estímulos externos são completamente opostos à natureza interior da pessoa.

 

Muitos trabalham no que detestam porque com o serviço pode-se pagar as despesas de sobrevivência. Muitos se relacionam com pessoas que detestam porque o status ou os bens materiais da pessoa pode trazer pseudo benefícios na vida em sociedade. Muitos moram em uma vizinhança que odeiam porque acredita que não tem condições de buscar algo melhor.

 

Ou seja, quase todos querem ganhar dinheiro e pagar as contas com atividades que são agradáveis ao intimo. Todos querem morar em um local que lhe “traga paz”. Todos querem viver um grande amor até os últimos dias das suas respectivas vidas. Mas o que acontece de errado no meio do caminho?

 

As pessoas se esquecem de buscar harmonizar o exterior com o interior. O emprego não está agradando, não é necessário “jogar tudo para o alto e pedir demissão”. Lembre-se você não consegue transformar a luz do sol de 10h00min na escuridão de 22h00min. Para ir de 10h00min às 22h00min é necessário seguir pacientemente o ritmo de transformação da vida para que tudo aconteça naturalmente. Comece hoje a se profissionalizar naquilo que você quer fazer e faça um projeto de daqui a um certo tempo você está fazendo aquilo que gosta.

 

Foi mencionado um exemplo de infelicidade anteriormente que todos, ou a grande maioria da humanidade experimenta neste inicio de século XXI. Mas todos se divertem de vez em quando. Viajam, tiram férias, fazem passeios. Fazem confraternizações, contam casos engraçados. Namoram, casam, ou se aventuram. Comemoram datas festivas, ouvem musicas e esquece-se de tudo. Estes não seriam casos de experiências de felicidade onde todos experimentam certos níveis de êxtase?

 

E agora, como fica a dissertação. Todos são felizes, ou são infelizes. Uma pessoa que é depressiva, terminou o relacionamento, foi demitida, que foi roubada e está para ser despejada, costuma passar os domingos na casa da mãe e se diverte com o almoço de família. Como classificar esta pessoa ela é feliz ou infeliz.

 

Acredito que nesta fase do artigo, você meu amigo leitor, minha amiga leitora está preparado para entender o porquê foi enfatizado tanto a dinâmica do dia e da noite no inicio do artigo.

 

Se você analisar a fundo a si próprio verá que você às vezes encontra-se infeliz por não ter o dinheiro que VOCE ACHA QUE PRECISA, no entanto você se sente completamente realizado ou realizada em momentos de intimidade. E lanço a pergunta para você: Amigo leitor, amiga leitora, você é feliz ou infeliz?

 

Parece que ambas as respostas estão certas. Mas por que da infelicidade e da felicidade?

 

Lembra-se do exemplo dos três filhos e do pai, lembra-se da dependência sua do planeta Terra e do Sol, pois bem o processo de felicidade e infelicidade em você ocorre igualzinho ao processo do dia e da noite. Há uma transformação continua dentro de você. Não que sejamos bipolar, mas não existe um ser na face da Terra que seja totalmente feliz ou totalmente infeliz. Há sim aqueles que fazem força para ficar mais em um estagio do que no outro.

 

Imagine que a felicidade seja o dia e a infelicidade a noite. Quando vivenciamos as 06h00min em nosso intimo é como se estivéssemos experimentando 100% de felicidade. Este estágio é alcançado principalmente com o orgasmo, desde que os atos anteriores sejam realizados com a pessoa a qual creditamos os nossos mais nobres sentimentos e experimentemos a retribuição.

 

Quando vivenciamos um relacionamento onde há um amor, afeto e respeito sincero entre as pessoas e experimentamos a experiência do ato sexual com todos os ensinamentos que tal ação tem, de forma regular, conjuntamente com outros atos permanecemos por um grande tempo de nossas vidas na manhã do nosso intimo experimentando a felicidade em sua plenitude.

 

No sentido oposto, quando fechamos as portas para os sentimentos nobres, evitamos interagir com as demais pessoas, enchendo a mente de futilidades e pessimismo é como se mergulhássemos nas 18h00min de nosso interior.

 

Por sorte, nem todos conseguem ficar a vida toda nas 18h00min interna e por falta de consciência, nem todos conseguem ficar a vida toda nas 06h00min interna.

 

A vida é um fenômeno em constante movimento, nada fica parado e por mais que uma pessoa queira se excluir do mundo o mundo joga ela para cima e a faz entrar no movimento da evolução existencial.

 

Inevitavelmente seremos forçados a experimentar todas as horas do relógio interno, ou seja, teremos que experimentar períodos de felicidade contagiante e períodos de infelicidade aguda.

 

No entanto seremos irresponsáveis se nos agarrarmos aos períodos de infelicidade e seremos ingênuos se tentarmos nos agarrar aos períodos de felicidade. Tudo é cíclico, tudo gira e caminha para o seu oposto, o dia caminha para se transformar em noite e a noite caminha para se transformar em dia.

 

Há momentos em que experimentamos em um mesmo acontecimento a felicidade em um nível e a infelicidade em outro. Quando vamos fazer uma viagem para um lugar que nos faz sentir muito bem. Esta viagem pode ser comparada as 10h00min interior, porque é dia, no entanto aqueles pensamentos de que segunda-feira terei que retornar, as férias estão acabando, não posso esbanjar no passeio, pois terei que pagar as contas, que em síntese o inibem de fazer muitas coisas são influencias da noite existencial (a infelicidade só que em níveis bem fraquinhos).

 

Um exemplo interessante é quando se recebe o salário. Este acontecimento é como se fosse às 15h00min interior, pois você está feliz porque não “te deram o cano” no entanto o salário não vai dar para muita coisa. Você – leia-se a maioria das pessoas – ficam mais infelizes do que felizes ao receberem seus respectivos salários.

 

Um exemplo de acontecimento onde a infelicidade é maior que a felicidade, pode-se comparar ao falecimento de um ente querido. Tal fato pode se comparar as 22h00min internas, onde é visivelmente mais escuro do que claro, é mais noite do que dia em nosso intimo, há mais infelicidade do que felicidade.

Lógico que uma pessoa normal se sentirá infeliz com a morte de um ente querido, no entanto quando vem a consciência que você em vida teve uma relação muito harmoniosa e não deixou com que para o tumulo fosse nenhuma pendencia moral e que de fato todos um dia morre, você experimentará, em um nível muito sutil, uma certa felicidade por estar de “consciência limpa”.

 

Um exemplo onde se experimenta a infelicidade, só que os raios da felicidade podem ser sentidos é quando se está mudando de uma realidade a outra, ou seja, se está mudando de casa, mudando de emprego, terminando um curso e preparando para entrar no mercado de trabalho, o que equivale as 03h00min interna. Quando se está mudando de realidade, tem o incomodo da incerteza, das duvidas, das coisas que ainda demoram para ficar prontas, da ansiedade com os acontecimentos que se seguirão, mas o sentimento de que se está muito próximo de alcançar um objetivo maior é o que move a pessoa, mesmo ligeiramente infeliz, continuar a caminhar em direção ao seu objetivo.

 

Uma sugestão deste simples mortal que escreve este artigo é buscar aprender como que diagnostica dentre os eventos que acontecem no diário viver, qual o período do dia interno corresponde certo acontecimento. Ou seja, se você está muito tempo aborrecido e aflito com algo, será que você está entrando nas 18h00min internas?

 

Mesmo que a resposta seja positiva, qual o outro acontecimento em sua vida que está mais próximo das 06h00min interior para que você comece a fazer a transição de seu estado de consciência para eventos mais próximos de fazer você experimentar a felicidade em seu grau máximo.

 

Particularmente o autor deste artigo sabe que há períodos em que não se pode esconder das 18h00min interior e busca refletir bastante enquanto vive o período para extrair o máximo de consciência e aprendizado da situação. Também é sabido que há momentos em que deve-se experimentar a infelicidade nas experiências felizes e que deve-se experimentar a felicidade nos períodos mais infelizes da experiência.

 

Você não poderá ficar vivendo somente nas 06h00min internas, e de forma alguma a vida irá permitir que você viva somente nas 18h00min internas. Você terá que vivenciar por igual período todos os opostos, assim você tem a oportunidade de crescer enquanto pessoa tem a oportunidade de amadurecer e depois de muita sabedoria e maturidade, lhe permitirão escolher em qual período interior você passará mais tempo, afinal é para isto que você está vivo, é para evoluir, para entender que os espinhos, doem e machucam, no entanto te fornecem as mais belas rosas.

 

Porque as pessoas são infelizes ao viver a felicidade? Porque não tem a consciência de que os bons momentos são transitórios, porque se soubessem disso aproveitariam bastante para que conseguissem força e animo para cavar a felicidade quando os acontecimentos infelizes chegassem e assim conseguissem um saldo existencial considerável que permitisse maior período experimentando a felicidade nas formas mais elevadas.

 

A forma mais coerente de se levar a vida é saber com maestria ser feliz nos tempos de infelicidade (dificuldades, limitações) e aproveitar intensamente os momentos de felicidade porque nada na existência humana na terceira dimensão é absoluto e nada é definitivo, está tudo em transformação. Até mesmo uma rocha está se transformando, inclusive você, e está chegando o momento de tomar consciência de que estás também em constante e ininterrupta transformação.

 

Artigos de Hudson Sander

O espiritualista moderno | O subconsciente e os relacionamentos afetivos | Sim é possivel libertar-se do carma pela meditação | Energia, consciencia e relacionamentos | Alerta sobre os riscos da inversao de papeis durante o sexo | Analise extrafisica da homossexualidade | O maior segredo de todos os tempos sobre o sexo | Porque as pessoas sao infelizes ao viver a felicidade | Multi existencialismo nos relacionamentos afetivos | Leitura da reencarnacao dentro dos relacionamentos afetivos | Dia a dia no relacionamento a dois: realidade vs. ilusao | A realidade social dos relacionamentos | Conteudo proibido sobre sexo explicito | Você está realmente preparado para amar? | Verdades ocultas sobre o mundo da sedução n.3 | Verdades ocultas sobre o mundo da sedução n.2 | Verdades ocultas sobre o mundo da sedução n.1 | Segundos fatais: quando seduzir se torna um crime de morte | Segredos para seduzir intensamente sua namorada | Segredos para seduzir intensamente seu namorado | Relacionamentos doentios | Que tal se desfazer dos seus medos do passado? | Prostituicao mental | Porque é tão facil homens enganar mulheres | Porque é mais fácil ainda mulheres enganar homens | Parceiros que mentem | Os perigos da carência | Os benefícios da vida a dois | Os 7 pecados capitais do amor: pecado n.7 | Os 7 pecados capitais do amor: pecado n.6 | Os 7 pecados capitais do amor: pecado n.5 | Os 7 pecados capitais do amor: pecado n.4 | Os 7 pecados capitais do amor: pecado n.3 | Os 7 pecados capitais do amor: pecado n.2 | Os 7 pecados capitais do amor: pecado n.1 | O que você precisa saber sobre os triangulos amorosos | O que todo homem deveria saber sobre a beleza feminina | O que os homens escondem das mulheres ao fazer sexo | O que as mulheres escondem dos homens ao fazer sexo | No mundo há pessoas e pessoas | Instinto selvagem: mulheres irresistívelmente sedutoras n.3 | Instinto selvagem: mulheres irresistívelmente sedutoras n.2 | Instinto selvagem: mulheres irresistívelmente sedutoras n.1 | Desvende a mente de uma namorada que trai | Desvende a mente de um namorado que trai | Descubra se você realmente sabe fazer sexo da forma devida | Dê uma chance ao amor | Como são os seus relacionamentos | Como fazer amizades sinceras | Amor bandido: seus prazeres e seus perigos | A mente sedutora e o dominio da vontade | A lei da atração e os seus riscos no jogo da sedução | A importância de uma boa escolha | Feminilidade e poder | Não tenha fracassos adquira experiencias | Mantenha a relação em alta | Controlando as emoções | Porque as pessoas se autosubestimam | Desprenda-se da crença dos erros e acertos | Descubra agora o seu maior inimigo no amor | Construa a sua felicidade começando hoje | Voce ama de fato ou so em pensamento? | Os prejuizos de não saber da sua importancia para os outros | Algumas dicas para voce usar a sua importancia no meio a seu favor | A importancia da dor na sua caminhada rumo a felicidade | Relacionamentos e relacionamentos | Livre para reiniciar a caminhada | Direcione a força do amor | A incrivel magica das visualizações | Enganos do coração e como acordar a tempo | Cuidado para não entrar na oficina do diabo | Cuidado com o espelho do seu futuro | As armadilhas do ego |

Novidades do Point dos Amores